A Pandemia e a necessidade de reindustrialização da Europa

É assim com esta frase que podemos estar de acordo com o Governo e podemos ler no sitio oficial do governo que a crise económica provocada pela resposta à pandemia de Covid-19 obrigou a «aprender algumas lições que poderão ser uma oportunidade para Portugal e Europa», disse o Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, numa audição da comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação da Assembleia da República.

Sobre isto não tenho dúvidas e desta pandemia teremos que tirar lições e uma delas e talvez a mais importante é que a economia europeia precisa de voltar a ter indústrias que foram para outros continentes, e esta reindustrialização pode ser uma oportunidade para Portugal.

Portugal tem Know-how suficiente e demonstrou-o isso, nesta crise que sabemos fazer e fazemos bem! Que somos um povo “valente e imortal” quando todos somos chamados a um propósito.

Não podemos hoje deixar tudo para trás.

Demo-nos conta que o maior ativo de Portugal é: «a qualificação dos recursos humanos, o domínio plurilinguístico, a tecnologia, a qualidade do serviço e a qualidade do ecossistema de conhecimento e inovação, assim como as áreas em que é hoje dominante, a começar pela energia renovável».

Além disso, Portugal é também uma ótima plataforma giratória para o mercado interno europeu – destino de três quartos das exportações portuguesas – e também ao mercado externo, com particular interesse em África e na América Latina.

Os nossos clientes nas áreas do têxtil, do vestuário, do calçado, da engenharia, da farmacêutica e do agroalimentar estão felizmente a superar esta crise com novos clientes e novas encomendas em alternativa aos mercados asiáticos.

Portugal tem uma missão que falta cumprir e assustador é se fica tudo igual!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.