Internacionalização em África: O Continente do Futuro

Hoje em dia, quando todos clamam a campanha de “não ao racismo”, havendo até um dia dedicado a essa causa, não podemos deixar de lamentar a necessidade de haver um dia com este propósito. Isto porque não deveria sequer ser tema. Somos todos um só: seres humanos com responsabilidade.

Este facto ganha relevância, porque, cremos que ao falar de Internacionalização, obrigatoriamente teremos de falar de África: o continente do futuro. Onde as grandes áreas de desenvolvimento são a energia e a agricultura, as infraestruturas e, mais importante, a educação.

A chave do sucesso do continente africano será a sua juventude e capacitação. Quem quer investir em África tem que ter como mote a excelência e paixão pelo que faz, mas sobretudo pela capacitação das populações. Mais, tem que ter um plano e uma visão, acreditando no potencial individual para enfrentar os desafios da sociedade.

Neste momento, não podemos deixar de referir o forte crescimento do sector bancário em África, existem milhões de africanos com contas bancárias e serviços financeiros modernos. No entanto, parte significativa da população não tem acesso ao sistema financeiro. É, pois uma prioridade educar para a literacia económica, pois emerge uma nova juventude ávida do saber em África, que quer participar nas soluções para o seu país, o seu continente. É com este intuito que devemos levar as empresas e os empresários para aquele continente, tendo sempre como foco fazer bem e apoiar a juventude desses países.

Lá como cá, temos uma juventude mais informada, pelo que precisamos de lhes dar ferramentas para que nos ajudem localmente.

Se o espírito for esse, podem contar com o nosso apoio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.