Cazaquistão: o País com o melhor clima de Investimento na Região

Estado da Ásia Central que comemora este ano o 30.º aniversário da sua independência.

Nestas 3 décadas o Cazaquistão obteve um sucesso significativo em vários campos, como na política, economia, sociedade, cultura e desporto, o que veio aumentar o seu reconhecimento internacional.

A capital do Cazaquistão, que mudou o seu nome de Astana para Nur-Sultan, continua a ser uma das mais modernas cidades da Eurásia (Europa e Ásia).

Nos últimos 30 anos o Cazaquistão tornou-se numa das economias em desenvolvimento dinâmico da Eurásia – a maior da Ásia Central. As suas conquistas na esfera económica são significativas. Hoje o PIB do Cazaquistão ultrapassa 180 mil milhões de dólares americanos, o que aumentou 16 vezes desde a data de independência, correspondendo a mais de metade do PIB da região. O Cazaquistão atraiu mais de US $ 330 mil milhões em investimento estrangeiro direto, sendo atualmente responsável por 70% do investimento estrangeiro direto captado pelos países da Ásia Central. Além disso é responsável por 70% do tráfego de trânsito da China para a Europa e vice-versa.

Nos últimos anos, foram implementadas reformas em grande escala para fortalecer a proteção ao investidor, reduzir a burocracia, aumentar a transparência tributária e apoiar o empreendedorismo.

Atualmente, o Cazaquistão é um líder na região em termos de reformas económicas, abertura ao comércio internacional, investimento e estabilidade política. É reconhecido como o país com o melhor clima de investimento na região, ocupando o 25º lugar no ranking “Ease of Doing Business” do Banco Mundial, o 55º lugar no Relatório de Competitividade Global do Fórum Económico Mundial e possui um dos regimes fiscais mais favoráveis da região.

Com o lançamento oficial do Centro Financeiro Internacional do país (AIFC – Astana International Financial Centre), a cidade de Nur-Sultan ocupa o 2º lugar no ranking regional da Europa Oriental e Ásia Central, superando com isso centros financeiros globais como Varsóvia, Istambul, Budapeste e Praga, entre outros.

O Cazaquistão tem acesso ao mercado comum da União Económica da Eurásia, com mais de 180 milhões de consumidores, bem como aos mercados vizinhos com um volume total de 500 milhões de consumidores.

A cooperação entre o Cazaquistão e Portugal nos domínios comercial, económico e de investimento tem todos os pré-requisitos para um desenvolvimento profundo. O Cazaquistão está aberto a negócios internacionais, proporcionando condições favoráveis ao investimento.

Apesar das restrições sanitárias, em 2020 foram organizadas várias missões de empresários portugueses ao Cazaquistão, durante as quais foram realizadas negociações detalhadas sobre a criação de joint ventures e a implementação de projetos de investimento.

Atualmente no Cazaquistão existem 19 joint ventures com a participação do capital português. No total, nos últimos 15 anos, o influxo de investimento direto português na economia do Cazaquistão ascendeu a 250 milhões de dólares EUA.

A importante parceria que existe entre Portugal e o Cazaquistão gera um grande interesse em reforçar as relações económicas e políticas, aumentando a cooperação na área do investimento.

Guimarães foi o local escolhido para a abertura de um Centro de Negócios do Cazaquistão a fim de prestar assistência e apoio informativo às comunidades empresariais dos dois países na realização de negócios.

Para mais informações contacte-nos:

E-mail: sede@abassociados.com

Telef.: (+351) 227 321 897

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.